-------------------------------------
Gostaria de exibir o BioSelo
"BLOG NOTA 10 no seu Blog" ?





Copie o código do nosso selo de aprovação acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco
caso tenha problemas.

-------------------------------------

Fale com o BioBlog

-------------------------------------

Meu Perfil

-------------------------------------

DEIXE SUA FOTO NO
ÁLBUM DO BIOBLOG

-------------------------------------

Veja outras curiosidades AQUI:

- 01/11/2008 a 15/11/2008
- 16/10/2008 a 31/10/2008
- 01/10/2008 a 15/10/2008
- 16/09/2008 a 30/09/2008
- 01/09/2008 a 15/09/2008
- 16/08/2008 a 31/08/2008
- 01/08/2008 a 15/08/2008
- 16/07/2008 a 31/07/2008
- 01/07/2008 a 15/07/2008
- 16/06/2008 a 30/06/2008
- 01/06/2008 a 15/06/2008
- 16/05/2008 a 31/05/2008
- 01/05/2008 a 15/05/2008
- 16/04/2008 a 30/04/2008
- 01/04/2008 a 15/04/2008
- 16/03/2008 a 31/03/2008
- 01/03/2008 a 15/03/2008
- 16/02/2008 a 29/02/2008
- 01/02/2008 a 15/02/2008
- 16/01/2008 a 31/01/2008
- 01/01/2008 a 15/01/2008
- 16/12/2007 a 31/12/2007
- 01/12/2007 a 15/12/2007
- 16/11/2007 a 30/11/2007
- 01/11/2007 a 15/11/2007
- 16/10/2007 a 31/10/2007
- 01/10/2007 a 15/10/2007
- 16/09/2007 a 30/09/2007
- 01/09/2007 a 15/09/2007
- 16/08/2007 a 31/08/2007
- 01/08/2007 a 15/08/2007
- 16/07/2007 a 31/07/2007
- 01/07/2007 a 15/07/2007
- 16/06/2007 a 30/06/2007
- 01/06/2007 a 15/06/2007
- 16/05/2007 a 31/05/2007
- 01/05/2007 a 15/05/2007
- 16/04/2007 a 30/04/2007

-------------------------------------


Mantenha-se Atualizado
  O que é isto?

-------------------------------------

Eu Recomendo:

- BIOLOGIA- Prof Ana Luisa M. Vilela
- Anatomia e Fisiologia Humana
- Entomofauna do Chile - Hugo Benitez
- Dicas de Ciências - Profª Andréa Barreto
- Aprendendo Ciências Online
- PC e a Criança - Prof. Jenny
- Prazer de Ensinar (Luzimara)
- Treco Digital
- MARYANA'S BLOG (Ótimo, vale a pena!)
- Macaco Primata
- MHP Bio (Sensacional blog de Biologia)
- Portal BioInfo - Notícias de Bioinformática
- AQUELA DO CARA DA LOJA DE QUADRINHOS - Um dos melhores blogueiros que eu conheço!

-------------------------------------

Quem anda passando por aqui?


30/09/2007
-------------------------------------


Spider Wasps: Vespas Caçadoras de Aranha

Já sei o que vocês vão pensar sobre o post de hoje: “Já vem ela falar dos insetos”. Mas é que eu nunca poderia deixar de dar uma aulinha sobre as “Spider Wasps” (vespas caçadoras de aranha). Esses bichinhos possuem um impressionante comportamento que vão “encantar” a todos vocês!

As “Spider Wasps” são conhecidas aqui no Brasil como marimbondos caçadores. São  insetos da Ordem Hymenoptera, pertencentes a família Pompilidae. Ao contrário do que muita gente pensa, normalmente os pompilídeos não ferroam os seres humanos, apenas acidentalmente, quando são manipulados de forma indevida.

Mas sem dúvida a maior curiosidade destes bichos é a respeito do seu comportamento. As fêmeas são caçadoras de aranha (pensaram que era o macho, né?), e quando as encontram seguem um ritual que parece coisa de cinema, e não importa o tamanho da vítima, elas encaram sem medo!

(1) Ao encontrar uma aranha, as vespas fêmeas injetam veneno através do seu ferrão, na parte ventral da vítima, que em geral não matam as aranhas, mas deixam paralisadas e indefesas por um bom tempo. O impressionante é que, algumas espécies além de imobilizar a presa, ainda as mutilam, arrancando suas perninhas (afff!!!).
(2) Depois disso vem o transporte da presa. Bem, não é um trabalho desgastante: As vespas prendem as aranhas “indefesas” (geralmente bem maiores) usando suas mandíbulas e arrastam para algum lugar seguro, longe de outros predadores e também dos efeitos do sol. Elas deixam as aranhas ali, pois a etapa seguinte não é nada fácil.
(3) As fêmeas procuram um lugar com solo arenoso livre de vegetação. Ali cavam um buraco (de 5 cm) com as mandíbulas, usando as pernas anteriores para remover a terra. Mas durante essa escavação, as vespas fazem várias visitas ao local onde a aranha foi deixada provisoriamente. Claro, para garantir que outros predadores não encontaram sua vítima.
(4) Com o ninho pronto, a vespinha (já cansada do trabalho duro) busca sua aranha e a leva para dentro do ninho e após ajeitá-la, ela curiosamente faz postura de ovos no abdômen da aranha. Isso mesmo, a aranha funciona como uma proteção para os ovos.
(5) Pensam que acabou?  Nada disso, a vespinha ainda preenche o buraco com terra, usando o abdômen para compactar a terra, deixando o nível do solo cuidadosamente acertado. Trabalho terminado!

Quando as larvas emergem, se alimentam daquela aranha que mamãe vespa deixou no ninho. A natureza é isso aí!

Fraca e abusada! A vespinha encarando uma aranha bem maior.

Esta espécie mutila a aranha, tirando suas perninhas para facilitar o transporte. Impressionante!

========================

Pessoal, só três assuntos rápidos:

  1. Essa semana ministrarei o cursinho na XIII Semana de Biologia da Universidade Castelo Branco - RJ, sobre as curiosidades que apresentei aqui no Bioblog! Depois vou mostrar fotos e contar como foi!
  2. Votem no meu blog neste botão logo abaixo de cada texto.
  3. Ultrapassamos 5 mil visitaaaaaaaas!!!!!!

E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 19h29
[ ] [ envie esta mensagem ]





27/09/2007
-------------------------------------


°•. ORNITORRINCO: O animal mais impressionante que existe! .•°

O que é, o que é: Tem bico e bota ovos, mas não é ave? Vive na água, mas não é peixe? Possui quatro patas e membranas entre os dedos iguais no pé de pato, como assim? São mamíferos peludos, mas não tem mamas? Os filhotes possuem um único dente, mas os adultos não?  Aff, que enigma, não é? Fica difícil tentar imaginar um bicho assim... Mas ele existe: É o ORNITORRINCO!

Os Ornitorrincos são mamíferos (sim, mesmo tendo bico e botando ovos) da ordem dos monotremados (que tem uma só abertura para todas as excreções), vivem na Austrália e na Tasmâmia, às margens dos rios e lagos. Eles são representantes atuais de um ramo de mamíferos que se diversificou no Cretáceo (pelo menos 100 milhões de anos atrás), mas que não está relacionado com os mamíferos placentários que existem hoje. Este animal é uma charada ambulante, tudo que cerca a sua existência é amparada por diversas curiosidades, dentre elas características reprodutivas, comportamentais, além da morfologia do corpo, que é totalmente maluca!

O Ornitorrinco possui patas palmadas, que funcionam como nadadeiras de peixes e é um ótimo nadador, capaz de ficar debaixo da água por cinco minutos sem respirar e quando estão dentro da água seus olhos e ouvidos fecham. Ele cava a lama com seu bico, à procura de comida. São carnívoros e adoram comer girinos, crustáceos, vermes e peixinhos. Embora passe a maior do tempo na água, o ornitorrinco também tem hábito terrestre e cavam sua toca nas encostas, onde os filhotes ficam protegidos durante pelo menos quatro meses enquanto são amamentados. E muito cuidado, pois quando se sentem acuados utilizam “ferrões” localizados em suas patas, que causam uma dor insuportável, por isso algumas pessoas dizem que eles são venenosos.

Bom, agora vem o mais interessante: Mesmo sendo mamíferos, as fêmeas não dão a luz aos seus filhotes (como normalmente acontece). Na verdade, elas põem ovos que são parcialmente chocados no interior do corpo. Quando os filhotes estão dentro do ovo eles possuem um dente na ponta do bico (chamado de dente-do-ovo), que serve para  perfurar a casca do ovo, mas pouco tempo depois do nascimento este dente cai. Ainda por cima, as fêmeas não possuem mamas (tetas) como outros mamíferos, o leite é sugado pelos filhotes através  dos poros existentes em meio a pelagem da barriga. Muito louco, não é?

Um dia ainda vou ser honrada com a possibilidade de ver um Ornitorrinco de verdade, bem vivo na minha frente. Tenho certeza que será uma das maiores emoções da minha vida!

 Ornithorhynchus anatinus, mistura de ave com mamífero?

Deus brincando com a natureza? Impressionantes!

Vejam as garras afiadas! Irresistível, desta vez não deu para colocar só uma ou duas fotos...

=============================

Pessoal, como vocês sabem ando muito ocupada com meus estudos e trabalhos e não tenho postado com a frequência de antes. Tenho recebido algumas manisfestações de revolta (risos...) dos meus "alunos" do BioBlog (mas eu também fico triste em não poder postar todos os dias).  Assim, resolvi fazer mudanças:

  • Uma vez por semana devo postar uma foto curiosa (Foto da semana), que vocês vão poder comentar sobre ela como fazem com os textos.
  • Também uma vez por semana pretendo colocar mini-curiosidades, que também poderão ser comentadas, no entanto não serão aulinhas como os textos, mas as dúvidas poderão ser colocadas nos comentários e serão respondidas.
  • Os textos com as aulinhas continuam normalmente!

Beijos, em todos!

*Obrigada meu amigo Masini, pelas dicas para dinamizar meu blog sem precisar ocupar muito o meu tempo!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 14h40
[ ] [ envie esta mensagem ]





23/09/2007
-------------------------------------


Por que sentimos COCEIRA?

Fala sério! O incômodo causado pela coceira não é nada agradável. Mas a coceira é na verdade um aviso de que o nosso corpo entrou em contato com alguma substância estranha, como saliva de inseto, por exemplo. Mas pense bem, por ser uma sensação desagradável, ela permite que fiquemos bem longe do causador de coceira, não é mesmo?

Bom, mas a culpa daqueles calombos vermelhos que coçam muito não é do mosquitinho, na verdade o culpado pela coceira é o nosso próprio corpo. Isso mesmo: o que causa da coceira não é a picada do mosquito em si, e sim a histamina, uma das armas que o nosso corpo produz para combater substâncias estranhas. A histamina está presente em alguns leucócitos (glóbulos brancos) do nosso sangue, os basófilos e também em células teciduais chamadas mastócitos. Muitas doenças alérgicas, como a asma, rinite, assim como e picadas de insetos, são atribuídas à liberação de histamina.

Quando o sistema de defesa do corpo, detecta substâncias estranhas, uma das primeiras coisas que acontecem é a liberação da histamina sob a pele. A histamina aumenta a circulação do sangue no local, que deixa apele vermelha e inchada, mas traz mais células de defesa que chegam pelo sangue. E assim as substâncias estranhas são eliminadas mais rapidamente.

Quando a gente coça a picada do mosquito, aumenta ainda mais a circulação (por isso fica vermelho no local) e isso facilita o sistema de defesa do corpo. Assim, coçar não faz mal. E saibam que a coceira e tão necessária que existem até nervos dedicados somente a ela, que são sensíveis a histamina derramada pelo sangue no tecido invadido. Como a histamina é detectada por sinais exclusivos, ela provoca uma sensação diferente do toque ou da dor. Ela provoca coceira!!!!

Estranhamente, o fato de arrastar as unhas na pele dá um alívio danado, não é? Mas saiba que este “alívio” só é possível graças a dor que sentimos. Como assim? É que a coceira passa a partir do momento que começamos a sentir dor causada pelas unhas ferindo a pela imundada de histamina. Isso não é fantástico?

As moléculas de histamina são as esferas amarelas que estão saindo do mastócito (estrutura vermelha). Isso vai causar o maior "coceirão".

=======================================

Eu tô sempre pensando no que postar no BioBlog, essa semana estive na Bienal do Livro e comprei um livro sobre Curiosidades da Neurociênica no cotidiano, da Profª Suzana Herculano. É sensacional! E agora estou com um material bem interessante para enriquecer os posts no BioBlog. AGUARDEM!

Hoje resolvi postar uma foto minha pra variar um pouco! Eu e o maior livro do mundo (uma reprodução do "O Pequeno Principe" na Bienal do Livro - 2007.


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 12h34
[ ] [ envie esta mensagem ]





20/09/2007
-------------------------------------


A intimidade dos ESCORPIÕES!

Que tal falarmos dos escorpiões? Bichinhos que metem medo em muita gente. Bom, na verdade muitas pessoas só conhecem o lado peçonhento (venenoso) dos escorpiões não é? Mas, além disso, os escorpiões possuem outras curiosidades, que vocês vão adorar saber!

Os escorpiões são artrópodes pertencentes a classe aracnida (que ao contrário do que muita gente acha, não agrupa só as aranhas) e à ordem  scorpiones. O nome vem do latim: scorpio/scorpionis. E esses bichos já existem há mais de 400 milhões de anos.

Uma curiosidade sobre esse bichinho é sobre sua alimentação: O escorpião é carnívoro, se alimenta de insetos e aranhas, geralmente, têm hábitos noturnos ou crepusculares. Mas quando falta alimento por muito tempo, ele simplesmente devora os “irmãos”, ou seja pratica canibalismo sem piedade, para sua sobrevivência! Para se alimentar, os escorpiões usam as quelíceras, uma espécie de garras que saem da boca, muito afiadas, que são usadas para retirar pequenos pedaços de alimento da sua presa e colocá-los na boca, mas de alguma maneira, eles digerem o alimento na forma líquida e rejeitam partes sólidas.

A reprodução é outra curiosidade muito interessante. Isso porque, normalmente a reprodução é sexuada, ou seja, com a participação do macho e da fêmea. O macho prepara o local cuidadosamente: Limpa o chão e deposita o espermatófago (uma cápsula contendo os espermatozóides) em seguida arrasta a fêmea para o local preparado com uma dança nupcial. Mas quando chega lá, o macho vai embora e a fêmea fica sozinha com o espermatóforo e ali se “autofecunda”, coitadinha né?  O mais louco é que em algumas espécies a presença do macho é totalmente dispensável (reprodução por partenogênese), os  óvulos não fertilizados dão origem a embriões vivos! Prá quê macho , né?

O veneno desses bichos é bem potente. Aquele ferrão que ele tem é chamado de telson e serve para agarrar a presa, para se defender e também para inocular o veneno. Este veneno contém diversas substâncias e muitas ainda não foram totalmente esclarecidas, porém contêm neurotoxinas, histaminas, seratonina, enzimas, inibidores de enzimas, e outras.  Essas substâncias, principalmente as neurotoxinas, agem no sistema nervoso da presa e podem dentre outras reações, causar a paralisação do animal. Portanto, cuidado!

Tityus serrulatus é uma espécie de escorpião em que não há machos. A reprodução ocorre por partenogênese. Esta espécie é responsável pela maioria dos acidentes domésticos com escorpiões no Brasil... Fiquem de olho nessa "menina"!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 17h02
[ ] [ envie esta mensagem ]





16/09/2007
-------------------------------------


Ei, cuidado para não pisar no COPRÓLITO!!

Que divertido! Vamos nos imaginar hoje sendo paleontólogos. Sim, aqueles pesquisadores que estudam as espécies de vida que já existiram no planeta, a partir de seus fósseis. Quem nunca se interessou pela história dos dinossauros, ou dos nossos ancestrais humanos? Ou nunca se perguntou como se forma um fóssil, como se determina sua idade, em que região teria vivido? E sobre as diversas teorias da evolução?

Sendo um paleontólogo qual seria seu primeiro passo? Procurar pegadas que de alguma forma se fossilizaram? Ossos com milhares de anos? Bom, saibam que alguns desses profissionais se especiliazam a vida inteira em buscar os excrementos fossilizados de animais.  É isso mesmo gente, o cocô, que recebe o charmoso nome de COPRÓLITO!

Por mais estranhos que possa parecer, as fezes de um animal podem ser valiosas fontes de informação sobre ele. Não é brincadeira não, pois ao estudar o “cocozinho” (que sendo fóssil nem tem mais o cheiro ruim) é possível identificar restos de alimento, como carapaças de insetos, pedaços de plantas e ossos de outros animais menores. Assim, olha que interessante: podemos conhecer o que aquele animal que viveu (ou passou) por ali comia e até mesmo que vegetação cobria aquele local.

Mas não é só isso, através do coprólito (cocô fossilizado) podemos ter pistas sobre a saúde e o comportamento do animal. Isso pode ser feito se observar de que forma as fezes estão espalhadas numa região, pois, muita gente não sabe, mas são com elas que muitos animais fazem a marcação de território.

Nos dias de hoje, esses cientistas que estudam fósseis de animais e vegetais estão estudando o cocô de animais que já foram extintos do planeta há milhões de anos. Vale a pena lembrar que depois desse tempão, essas fezes foram fossilizadas, se petrificaram e para estudá-los esses pesquisadores fatiam as fezes petrificadas com uma lâmina afiada e observam seus pedaços no microscópio, mas antes, observam atentamente a forma do coprólito, pois assim já conseguem definir o hábito alimentar do animal. Se era herbívoro, carnívoro ou onívoro (comia qualquer coisa). Fantástico, não?

No Brasil, muitos coprólitos de dinossauros e mamíferos extintos já foram encontrados e diversos estudos relacionados têm sido feito. E então pessoal, a partir de hoje fiquem atentos por onde andam: Não vai pisar no coprólito!!!

Pensaram que eu estava de brincadeira, né? Isso aí é um coprólito de Dicinodonte.

Mais um coprólito, desta vez de uma tartagura que viveu no cretáceo (140 milhões de anos atrás)!

================================

Este post é para animar (ou seria desanimar??) meu amigo Rafael Júlio que está descobrindo o "Fantástico Mundo da Paleontologia"!!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 10h53
[ ] [ envie esta mensagem ]






© 2007 - BioBlog - Todos os direitos reservados


-------------------------------------

ACHE VOCÊ NO PLANETA!


Online

-------------------------------------

SE VOCÊ CURTE O BIOBLOG,
CLIQUE AQUI E VOTE!


Faz 1 ano que estamos entre os melhores blogs do concurso e você pode votar todos os dias!


-------------------------------------

Mural de recados do BioBlog!



-------------------------------------

Seja Parceiro do BioBlog

Banner padrão 120X60

Se interessa em tornar-se nosso parceiro?
Copie o código do nosso banner acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco e a parceria será feita!
ATENÇÃO: O BioBlog não faz parceria com sites e blogs de conteúdo erótico.

-------------------------------------

Parceiros do BioBlog




www.centralblogs.com.br







-------------------------------------

Números de Visitas:



russian brides contadores para web Animales sites