-------------------------------------
Gostaria de exibir o BioSelo
"BLOG NOTA 10 no seu Blog" ?





Copie o código do nosso selo de aprovação acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco
caso tenha problemas.

-------------------------------------

Fale com o BioBlog

-------------------------------------

Meu Perfil

-------------------------------------

DEIXE SUA FOTO NO
ÁLBUM DO BIOBLOG

-------------------------------------

Veja outras curiosidades AQUI:

- 01/11/2008 a 15/11/2008
- 16/10/2008 a 31/10/2008
- 01/10/2008 a 15/10/2008
- 16/09/2008 a 30/09/2008
- 01/09/2008 a 15/09/2008
- 16/08/2008 a 31/08/2008
- 01/08/2008 a 15/08/2008
- 16/07/2008 a 31/07/2008
- 01/07/2008 a 15/07/2008
- 16/06/2008 a 30/06/2008
- 01/06/2008 a 15/06/2008
- 16/05/2008 a 31/05/2008
- 01/05/2008 a 15/05/2008
- 16/04/2008 a 30/04/2008
- 01/04/2008 a 15/04/2008
- 16/03/2008 a 31/03/2008
- 01/03/2008 a 15/03/2008
- 16/02/2008 a 29/02/2008
- 01/02/2008 a 15/02/2008
- 16/01/2008 a 31/01/2008
- 01/01/2008 a 15/01/2008
- 16/12/2007 a 31/12/2007
- 01/12/2007 a 15/12/2007
- 16/11/2007 a 30/11/2007
- 01/11/2007 a 15/11/2007
- 16/10/2007 a 31/10/2007
- 01/10/2007 a 15/10/2007
- 16/09/2007 a 30/09/2007
- 01/09/2007 a 15/09/2007
- 16/08/2007 a 31/08/2007
- 01/08/2007 a 15/08/2007
- 16/07/2007 a 31/07/2007
- 01/07/2007 a 15/07/2007
- 16/06/2007 a 30/06/2007
- 01/06/2007 a 15/06/2007
- 16/05/2007 a 31/05/2007
- 01/05/2007 a 15/05/2007
- 16/04/2007 a 30/04/2007

-------------------------------------


Mantenha-se Atualizado
  O que é isto?

-------------------------------------

Eu Recomendo:

- BIOLOGIA- Prof Ana Luisa M. Vilela
- Anatomia e Fisiologia Humana
- Entomofauna do Chile - Hugo Benitez
- Dicas de Ciências - Profª Andréa Barreto
- Aprendendo Ciências Online
- PC e a Criança - Prof. Jenny
- Prazer de Ensinar (Luzimara)
- Treco Digital
- MARYANA'S BLOG (Ótimo, vale a pena!)
- Macaco Primata
- MHP Bio (Sensacional blog de Biologia)
- Portal BioInfo - Notícias de Bioinformática
- AQUELA DO CARA DA LOJA DE QUADRINHOS - Um dos melhores blogueiros que eu conheço!

-------------------------------------

Quem anda passando por aqui?


14/07/2007
-------------------------------------


As LAGARTIXAS são muito mais espertas do que parecem!

O bichinho de hoje é capaz de fazer diversas acrobacias e acredite: Ele ainda pode fazer coisas que vocês jamais imaginaram! Divirtam-se com os meios de sobrevivência das lagartixas!

As lagartixas pertencem ao grupo dos répteis (junto com outros lagartos, cobras e tartarugas). São da família Gekkonidae, uma família dos lagartos. Esses animais encontram-se espalhados em todas as zonas temperadas e quentes do mundo. São muito importantes para o meio ambiente, pois se alimentam de insetos e podem funcionar como indispensáveis "controladores" de pragas domésticas.

Esses bichinhos são habilidosos acrobatas, capazes de subir facilmente por paredes, pelas janelas, podendo chegar ao teto e andar por ele de cabeça para baixo. Aposto que pouca gente já parou para pensar, como isso é possível?  Pois bem, as lagartixas possuem fileiras de pequenas lâminas transversais forradas de pêlos microscópicos em forma de ganchos nas suas patinhas, esses pêlos se prendem às mínimas saliências de qualquer superfície fazendo com que ela possa andar para todo lado.

Mas quem pensa que aquelas simpáticas lagartixas só podem fazer acrobacias, se enganou! A maior curiosidade desses animais é a sua capacidade de partir ou quebrar por vontade própria uma parte do corpo. Ahh, como assim? Isso mesmo, as lagartixas são capazes de "perder" um pedaço do rabo (quem já viu uma lagartixa cotó? Eu já vi!). Esse  processo de soltar o rabo se chama autotomia (auto = voluntário, próprio; tomia = partir, cortar).

A quebra do rabo da lagartixa só acontece porque elas, por obra da natureza, têm a cauda apta a se quebrar. Isso porque em alguns dos ossos que formam a cauda da lagartixa existe pontos onde podem ocorrer um tipo de fratura, permitindo que, caso ela faça uma força naquele ponto, o rabo se parta ali e se solte. É a lagartixa que controla em que ponto a cauda se quebra e em que momento ela quer partir a cauda. É um tipo de estratégia de defesa para se salvar quando está em perigo.

Quando ela faz isso, o pedaço de rabo solto fica se mexendo de um lado para o outro por alguns segundos. Esse movimento do rabo atrai a atenção do predador, que fica olhando e tentando pegar aquele pedaço saltitante de cauda. Com o predador distraído, a lagartixa aproveita para correr e salvar sua vida. Com o tempo, aquele pedaço de cauda vai crescendo de novo, regenerando-se.

E agora não se esqueça que sempre que você encontrar uma lagartixa cotó ou com um rabinho muito pequeno, pode ter certeza que ela escapou de ser o lanche de alguém!

Hemidactylus frenatus, muito simpática, não é?

Aqui está, olha o rabinho cortado.. Um exemplo de autotomia caudal, para quem não conhece!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 19h20
[ ] [ envie esta mensagem ]





11/07/2007
-------------------------------------


As LIBÉLULAS passam grande parte da vida dentro d'agua!

Grande parte das pessoas (inclusive eu) tem uma enorme admiração pelas libélulas. São insetos espetaculares que conquistam a cada dia a simpatia de todos, tanto que elas estão estampadas em roupas, colares e brincos. Hoje vocês vão conhecer um pouco mais sobre as belíssimas Odonatas, aproveitem a informação.

As libélulas são insetos da infraclasse Paleoptera. Mas o que é isso? Os Palaeopteros, são insetos que dentre outras características, não podem dobrar suas asas para trás (como fazem as baratas, os grilos, por exemplo), mesmo estando em repouso eles as mantem esticadas nas laterais do corpo. Já perceberam isso? As libélulas pertencem à ordem Odonata e possui cerca de 5 mil espécies por todo o mundo, encantando seus admiradores por suas belíssimas cores brilhantes. Apesar das diversas colorações quando é preciso identificar as espécie os pesquisadores (taxonomistas) usam as características da cabeça e das asas.

Muitas pessoas não sabem, mas as libélulas passam grande parte da vida dentro d’agua. É isso mesmo! Antes de se tornarem adultas elas possuem uma fase de ninfa que vive na água. Esses insetos são hemimetábolos (metamorfose incompleta), ou seja, quando ocorre a eclosão do ovo, eles nascem diferentes dos adultos, mas sofrem transformações graduais na forma e na sua fisiologia. A fêmea adulta põe os ovos arrastando seu abdômen na água e geralmente preferem fazer isso solitariamente, sem ajuda do macho. Quando ocorre a eclosão, surgem as ninfas que são muitíssimo diferentes das lindas libélulas que conhecemos. Essas formas imaturas, vivem na água por um bom tempo e são predadoras muito ativas, se alimentando de diversos invertebrados e até larvas de peixes. E saibam que dão uma grande dor de cabeça aos donos de pisciculturas.

Os adultos de libélula são voadores-terrestes, mas não pensem que eles são apenas belos. Se na fase imatura eles são predadores e podem causar alguns problemas, na fase adulta podem consumir grande quantidade de insetos-praga, incluindo os mosquitos. E o impressionante é que muitas vezes capturam suas presas em pleno vôo!

Olha que lindo! Aeshna cyanea, um macho comendo outro inseto. É hora do almoço!

 Para quem curte fóssies: Um exemplar de libélula de 3460 anos, encontrada na Itália!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 17h07
[ ] [ envie esta mensagem ]





09/07/2007
-------------------------------------


Pirâmide Alimentar: Uma dieta saudável e equilibrada!

No mundo inteiro, a maioria das pessoas possui uma vida desregrada, pouca gente se alimenta na hora certa, e a grande maioria possui uma vida sedentária (e tem gente que nem dorme direito por causa disso!). Atualmente o EUA apresenta o maior grupo no mundo de pessoas obesas e complicações cardíacas devido à má alimentação. Por causa disso, pesquisadores norte-americanos desenvolveram um projeto no qual realizaram a distribuição dos alimentos em forma de pirâmide. Conhecida hoje, como Pirâmide Alimentar.

A Pirâmide Alimentar é uma ótima opção para entender melhor como agem os nutrientes no corpo. As principais metas da pirâmide alimentar são obter o consumo variado de alimentos, ingestão menor de gorduras saturadas e colesterol, maior consumo de frutas, verduras, legumes e grãos além, da ingestão moderada de açúcar, sal e bebidas alcoólicas. A Pirâmide pode ser utilizada tanto para emagrecer, quanto para manter o peso ideal e até mesmo pode auxiliar aquelas pessoas que precisam realizar dietas de engorda.

O objetivo da adoção da pirâmide alimentar é mostrar de forma clara e objetiva como alcançar as necessidades de calorias e nutrientes da população utilizando seus alimentos habituais. Ela basicamente é formada por quatro "níveis":

- Na base da pirâmide, estão os alimentos ENERGÉTICOS, ricos em carboidratos como pães, massas, cereais e arroz. Por estarem compreendidos no maior grupo de alimentos devem ser ingeridos em maiores quantidades durante o dia, pois são importantes fontes de energia.
- Acima da base estão os alimentos REGULADORES que são representados pelos grupos das frutas, verduras e legumes. São assim chamados porque são fontes de vitaminas, minerais e fibras que ajudam na regulação de várias reações do nosso corpo. 
- No terceiro nível temos o grupo dos CONSTRUTORES, chamados assim por ajudar na formação dos tecidos, músculos e ossos. Os alimentos neste grupo são aqueles de origem animal como leite e derivados, carnes e ovos. Mas os feijões, ervilhas e nozes, também são construtores. Todos esses alimentos são importantes fontes de proteína e minerais.
- O topo da pirâmide é representado pelos alimentos EXTRA ENERGÉTICOS que devem ser usados com moderação, pois além de calóricos podem levar à obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes entre outras enfermidades. Neste grupo estão os óleos, manteigas e margarinas, açúcares e doces.

É importante saber que todos os grupos de alimentos existentes na Pirâmide são essenciais e que uma alimentação balanceada é indispensável para manter a saúde. Cada um destes grupos de alimentos fornece um pouco, mas não todos, os nutrientes que precisamos. Por isso, não podemos substituir um grupo pelo outro, já que nenhum deles é mais importante que o outro.

Fique atento na Pirâmide alimentar, pois ela garante uma alimentação saudável e equilibrada e até mesmo na lanchonete ou no self service, é possível fazer escolhas saudáveis.


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 10h29
[ ] [ envie esta mensagem ]





07/07/2007
-------------------------------------


O maior organismo vivo do planeta é um FUNGO!

Qual o maior ser vivo do mundo? Quem acha que é a imensa baleia azul, se enganou e muito! Na verdade o maior organismo vivo do planeta é um fungo! Isso mesmo, confira essa espetacular informação.

O nome do fungo gigante é Armillaria ostoyae, conhecido popularmente como cogumelo de mel, foi encontrado em novembro de 2000 sob o solo da Floresta Nacional de Malheur, no leste do estado chuvoso de Oregon, nos Estados Unidos, e foi então apontado pela ciência como o maior organismo já encontrado no planeta.

É inacreditável, mas através de estudos de DNA e índices de taxa de crescimento, os cientistas descobriram que este "grandão" cobre uma área de quase 9 km2, equivalente a aproximadamente 1.600 campos de futebol. Enquanto uma estimativa precisa ainda não se confirme, acredita-se que a massa total da colônia pode chegar a 605 toneladas. E embora alguns estudiosos afirmem que este organismo pode ter 2.400 anos de idade, pesquisas recentes com base no genoma do fungo, estima-se que ele pode ter 8 mil anos de idade (uau!).

O fungo nasceu como uma partícula minúscula impossível de ser vista a olho nu, vem estendendo seus filamentos, os rizomorfos, entre as raízes das árvores. Ele se manifesta na forma de pequenos cogumelos de aparência inocente, mas sob o solo fixa-se nas raízes das árvores da floresta, roubando-lhes água, nutrientes, provocando putrefação e morte das mesmas. Embora existam espécies de árvores que resistam a este fungo, a taxa de crescimento fica comprometida. Assim, abre caminho para outros vegetais florescerem no lugar.

Armillaria ostoyae :Aparência inocente!

Armillaria ostoyae: A destruição da floresta vem de baixo!

-------------------------------------------

QUE FANTÁSTICO: O CRISTO REDENTOR AGORA É UMA DAS 7 MARAVILHAS DO MUNDO!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 16h14
[ ] [ envie esta mensagem ]





05/07/2007
-------------------------------------


HIBERNAÇÃO: Uma incrível estratégia de sobrevivência!

Não tem coisa mais interessante do que ver aqueles documentários sobre a hibernação dos animais. A gente fica pensando: "Como eles conseguem ficar tanto tempo (às vezes meses) sem comer nada! Como isso é possível?". A  hibernação, uma estratégia de sobrevivência impressionante que muitos animais usam quando a comida ou o ambiente não é muito favorável.

Bem, a hibernação é na verdade, um estado letárgico pelo quais muitos animais endotérmicos (sangue quente) passam durante o inverno, principalmente em regiões temperadas e árticas. Durante esse processo a temperatura corpórea dos animais é grandemente reduzida e o animal fica entorpecido e adquirem um estado de sonolência e inatividade, em que as funções vitais do organismo são reduzidas ao absolutamente necessário à sobrevivência.

Durante a hibernação, as respostas motoras diminuem e a respiração quase cessa, os batimentos cardíacos diminuem e o metabolismo, ou seja, todo o conjunto de processos bioquímicos que ocorrem no organismo, restringe-se ao mínimo. Porém, as mudanças fisiológicas que acontecem durante esse processo podem ser muito diferentes, de acordo com as diferentes espécies.

Algumas espécies que hibernam não “dormem” o tempo todo conforme algumas pessoas pensam. Os esquilos, por exemplo, despertam pelo menos uma vez por semana para ativar seu sistema imunológico e, assim, eliminar microrganismos patógenos que tenham invadido seu corpo, pois eles hibernam em buracos do solo repletos de microorganismos. Se o esquilo  não despertasse de tempos e tempos para ativar seu sistema de defesa, provavelmente morreria antes da primavera.

Mas não pensem que a hibernação só ocorre com ursos e esquilos no inverno rigoroso, pois nem sempre a mudança de temperatura é o estímulo para este processo. Algumas espécies estimulam um fenômeno parecido por falta de alimento, para outras que vivem em clima quente e árido, os períodos de seca e calor podem ser tão terríveis quanto os invernos rigorosos. Com isso, muitos animais entram em “sono profundo” (pode acontecer com moluscos, artrópodes, peixes, répteis e mamíferos). Certos peixes pulmonados, enterram-se na lama quando os rios em que vivem secam, abrigando-se ali até a chegada das chuvas.

Mas e os ursos? Eles são tão grandes, como conseguem passar tanto tempo (um inverno inteiro) sem comer nada? Bom, no outono, os ursos das regiões mais frias se alimentam principalmente de iguarias calóricas, como nozes, frutas, até acumularem uma espessa camada de gordura, que constitui um terço de seu peso corporal. Quando o inverno se aproxima, realizam uma dieta com raízes, cascas de árvores e até o próprio pêlo, que formam uma espécie de “tampão” no intestino, ou seja, eles provocam uma prisão de ventre em si próprio, afim de que seu intestino absorva o máximo possível de nutrientes. Essas reservas de gordura são tudo o que eles têm para sobreviver em seu refúgio de inverno. Os ursos chegam a perder mais da metade de seu peso neste período. Não é impressionante?

Que fofo! Um esquilinho hibernando. Fantástico!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 07h24
[ ] [ envie esta mensagem ]





02/07/2007
-------------------------------------


Os admiráveis ELEFANTES!

Por pura sorte nosso planeta não viu extinguir-se um dos seres mais inteligentes e simpáticos do mundo animal: Os admiráveis ELEFANTES. Enquanto a África e a Ásia os consideravam verdadeiras bênçãos, o homem ocidental destruiu manadas inteiras enfeitiçados pelo marfim obtido de suas presas. E nem queiram saber os números, pois são assustadores!

Os elefantes são herbívoros e caracterizam por uma longa tromba móvel e dois incisivos bem desenvolvidos. Pertecem a família Elephantidae que compreeende em todo mundo apenas dois gêneros Elephas (habita a África tropical) e Loxodonta (Ásia). O que diferencia os dois gêneros são apenas a cor da pele, peso, altura, tamanho das presas e corte das orelhas.

Mas a maior curiosidade neste animal é sem dúvida a probóscide (tromba), que nada mais é do que um prolongamento do nariz e do lábio superior. Sem ela o elefante jamais poderia sobreviver já que a estrutura de seu corpo não permite que a boca alcance as granímeas no solo, ou os suculentos brotos em altos galhos, e como ele aspiraria a água para ser levada para dentro da boca ou sobre o corpo para se refrescar? A tromba ainda é dotada de grande força e pode descascar o tronco de uma árvore em poucos segundos, nela também se localizam os órgãos de sentido e respiração, sem dizer que é o instrumento no qual as mamães elefantes acariciam seus filhotes.

As presas são sempre mais desenvolvidas nos machos, e foi o marfim o grande responsável pelo desaparecimento dos elefantes em inúmeras áreas do planeta. As maiores presas que se conhecem, estão expostas no Museu Britânico e medem cerca de três metros, pesando 103 quilos (imaginem o tamanho do “bichinho”?).

Os elefantídeos gostam de viver em família e uma manada compreende de 15 a 100 indíviduos, sendo que a chefia do grupo pertence sempre a uma fêmea. Embora pareçam desajeitados, eles se mostram extremamente ágeis e podem, numa caminhada mais acelerada, percorrer até 15 quilômetros em uma hora. Eles atingem total desenvolvimento aos 35 anos, mas com cerca de 15 anos já podem procriar, a gestação dura entre 18 e 22 meses. E olha que legal: quando uma fêmea do grupo tem o elefantinho bebê, a manada inteira interrompe a caminhada por dois dias, quando o filhote já pode acompanhar o grupo!

Loxodonta africana, mamãe e filhote. A natureza é perfeita em todos os aspectos!

-----------------------------------------------------------------

RESULTADO DA ENQUETE:

 

Pessoal, hoje o post a respeito dos elefantes foi um presente a todos que votaram na enquete que se interessam por comportamento animal. Embora, é claro, eu comente sempre sobre todos os assuntos afim de agradar a todos vocês, prometo me aprofundar ainda mais sobre comportamento animal. Estou muito feliz com resultado da enquete e com a quantidade de votos recebidos. Já tem uma nova enquete no BioBlog e espero que todos votem, pois será importante para melhorar a divulgação do meu trabalho! MIL BEIJOS, OBRIGADA A TODOS!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: BioBlog às 07h52
[ ] [ envie esta mensagem ]






© 2007 - BioBlog - Todos os direitos reservados


-------------------------------------

ACHE VOCÊ NO PLANETA!


Online

-------------------------------------

SE VOCÊ CURTE O BIOBLOG,
CLIQUE AQUI E VOTE!


Faz 1 ano que estamos entre os melhores blogs do concurso e você pode votar todos os dias!


-------------------------------------

Mural de recados do BioBlog!



-------------------------------------

Seja Parceiro do BioBlog

Banner padrão 120X60

Se interessa em tornar-se nosso parceiro?
Copie o código do nosso banner acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco e a parceria será feita!
ATENÇÃO: O BioBlog não faz parceria com sites e blogs de conteúdo erótico.

-------------------------------------

Parceiros do BioBlog




www.centralblogs.com.br







-------------------------------------

Números de Visitas:



russian brides contadores para web Animales sites