-------------------------------------
Gostaria de exibir o BioSelo
"BLOG NOTA 10 no seu Blog" ?





Copie o código do nosso selo de aprovação acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco
caso tenha problemas.

-------------------------------------

Fale com o BioBlog

-------------------------------------

Meu Perfil

-------------------------------------

DEIXE SUA FOTO NO
ÁLBUM DO BIOBLOG

-------------------------------------

Veja outras curiosidades AQUI:

- 01/11/2008 a 15/11/2008
- 16/10/2008 a 31/10/2008
- 01/10/2008 a 15/10/2008
- 16/09/2008 a 30/09/2008
- 01/09/2008 a 15/09/2008
- 16/08/2008 a 31/08/2008
- 01/08/2008 a 15/08/2008
- 16/07/2008 a 31/07/2008
- 01/07/2008 a 15/07/2008
- 16/06/2008 a 30/06/2008
- 01/06/2008 a 15/06/2008
- 16/05/2008 a 31/05/2008
- 01/05/2008 a 15/05/2008
- 16/04/2008 a 30/04/2008
- 01/04/2008 a 15/04/2008
- 16/03/2008 a 31/03/2008
- 01/03/2008 a 15/03/2008
- 16/02/2008 a 29/02/2008
- 01/02/2008 a 15/02/2008
- 16/01/2008 a 31/01/2008
- 01/01/2008 a 15/01/2008
- 16/12/2007 a 31/12/2007
- 01/12/2007 a 15/12/2007
- 16/11/2007 a 30/11/2007
- 01/11/2007 a 15/11/2007
- 16/10/2007 a 31/10/2007
- 01/10/2007 a 15/10/2007
- 16/09/2007 a 30/09/2007
- 01/09/2007 a 15/09/2007
- 16/08/2007 a 31/08/2007
- 01/08/2007 a 15/08/2007
- 16/07/2007 a 31/07/2007
- 01/07/2007 a 15/07/2007
- 16/06/2007 a 30/06/2007
- 01/06/2007 a 15/06/2007
- 16/05/2007 a 31/05/2007
- 01/05/2007 a 15/05/2007
- 16/04/2007 a 30/04/2007

-------------------------------------


Mantenha-se Atualizado
  O que é isto?

-------------------------------------

Eu Recomendo:

- BIOLOGIA- Prof Ana Luisa M. Vilela
- Anatomia e Fisiologia Humana
- Entomofauna do Chile - Hugo Benitez
- Dicas de Ciências - Profª Andréa Barreto
- Aprendendo Ciências Online
- PC e a Criança - Prof. Jenny
- Prazer de Ensinar (Luzimara)
- Treco Digital
- MARYANA'S BLOG (Ótimo, vale a pena!)
- Macaco Primata
- MHP Bio (Sensacional blog de Biologia)
- Portal BioInfo - Notícias de Bioinformática
- AQUELA DO CARA DA LOJA DE QUADRINHOS - Um dos melhores blogueiros que eu conheço!

-------------------------------------

Quem anda passando por aqui?


30/06/2007
-------------------------------------


TRILOBITA? Que bicho é esse?

Alguém já ouviu falar dos trilobitas? Aposto que muita gente nunca ouviu falar, mas é explicável, pois na verdade os trilobitas não existem mais (estão totalmente extintos, infelizmente!). Esses bichinhos estranhos foram importantes seres da comunidade marinha até a sua extinção. Mas ainda bem que temos os fósseis para nos ensinar um pouco sobre animais que um dia habitaram nosso planeta!

Os trilobitas foram artrópodes que viveram a pelo menos 550 milhões de anos atrás, são seres pré-históricos que foram restritos e característicos dos mares do Paleozóico, conhecidos apenas do registo fóssil. Incluem  quase 4 mil espécies conhecidas apenas do registro fóssil. Eles possuíam um exoesqueleto de natureza quitinosa, impregnado de carbonato de cálcio, que lhes permitiu deixar abundantes fósseis.

Seu nome (trilobita) é devido a presença de três lobos que podem ser visualizados (na maior parte dos casos) em sua região dorsal (um central e dois laterais). Seu esqueleto era dividido em três partes: Céfalo (constituía a zona da cabeça, incluía os olhos e peças bucais); Tórax (zona intermédia) e Pigídio( inclui, em algumas espécies, espinhos e ornamentação variada). Ao longo do crescimento, o exoesqueleto dos trilobitas, sofria várias ecdises (troca do exoesqueleto), como muitos artrópodes atuais. Por causa dos seu esqueleto duro, sua grande abundância e ampla distribuição, os trilobitas deixaram um registro fóssil muito abundante, e mais se conhece sobre eles do que de qualquer outra grupo de espécies extinto.

Os trilobitas eram, em sua maioria, animais marinhos bentônicos (viviam junto do fundo) em zonas pouco profundas, perto da costa, contudo, havia também formas planctônicas (se alimentavam de matéria em suspensão, crustáceos menores). De acordo com registros fósseis apresentavam variações na forma do corpo, indicava que havia uma certas diversidade nos hábitos de vida dos trilobitas, que podiam ser escavadores, rastejadores e nadadores. O maior trilobia encontrado até hoje possuía cerca de um metro de comprimento.

Fóssil de um elegante exemplar  de trilobita, mostrando finos detalhes de como eram esses animais? FANTÁSTICOS!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 16h21
[ ] [ envie esta mensagem ]





28/06/2007
-------------------------------------


PINGUINS: Aves elegantes que nadam!

Eu adoro os pinguins! Gosto da forma como eles evoluíram para viver nesse mundo onde tudo é tão difícil. É por isso que resolvi falar deles hoje. Vocês sabiam que quando os primeiros europeus que viram pinguins, pensaram que eram peixes com pernas?

Bem, na realidade, pinguins são aves marinhas muito especializadas, cujas asas não servem para voar, mas sim para nadar, pois elas possuem uma anatomia muito parecida com as barbatanas dos peixes. Eles existem apenas no Hemisfério Sul, mas não somente no gelo, como muita gente acredita. Muitos vivem na Antártida, mas também há pingüins em ilhas na Nova Zelândia, em regiões do sul da África, na Austrália e até na América do Sul.

Além das adaptações nas asas, estes bichinhos (muito bem vestidos, por sinal) possuem os olhos adaptados que permitem enxergar nitidamente debaixo da água salgada. As penas proporcionam às eles o isolamento térmico de que necessitam para manter uma temperatura de corpo elevada, como o vôo foi abandonado em favor da deslocação do nado, as suas penas ficaram reduzidas (parecidas mesmo com pêlos) com função única de isolador térmico, além disso a cobertura de pena possui uma eficiente impermeablidade à água. A gordura sub-cutânea (já viram como são gordinhos?) também atuam na proteção do frio da água e do vento. É por isso que os pinguins conseguem viver nas regiões mais frias da Terra e eles vivem de 30 a 35 anos.

Os pinguins são eternos apaixonados, existem espécies  cujos pares reprodutores acasalam para toda a vida (são fiéis, viu?) enquanto que outros fazem-no apenas durante uma época de reprodução (opss!). Normalmente, os progenitores cooperam nos cuidados com os ovos e com os juvenis. Durante a época fria, o par separa-se durante alguns meses para proteger o ovo. Normalmente, o macho fica com o ovo e o aquece (utilizam uma dobra de pele que possuem ventralmente para cobrir o ovo), e a fêmea dirige-se para o mar para encontrar alimento. Quando regressa, o filhotinho já terá alimento e entretanto os papéis invertem-se: a fêmea fica em terra e o macho vai à procura de alimento.

Mas e aqueles pinguins que aparecem perdidos nas nossas praias? Pois é, entre os meses de julho e setembro, um novo tipo de "banhista" costuma aparecer no litoral sul e sudeste do Brasil. Desajeitado e de "casaca", ele parece deslocado nas nossas praias. Quem chega por aqui todos os anos durante o inverno é o Pingüim de Magalhães que habita praias muito frias, mas que a temperatura dificilmente chega abaixo de zero. Quando eles chegam aqui costumam estar fracos e famintos, perderam gordura corporal e suas penas são danificadas (e ainda tem gente que fica querendo brincar com os bichinhos como se fossem bonequinhos, afff!). Alguns Biólogos acreditam que estas aves vêm se deslocando de sua região a procura de alimento seguindo as correntes e fugindo de predadores. Outros pesquisadores acreditam que o derretimento das geleiras é uma dentre as principais causas da fuga desses animais de seu território a procura de outros habitats gélidos.

Pinguim Imperador (Aptenodytes forsteriis): cuidado parental. LINDO!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 07h10
[ ] [ envie esta mensagem ]





26/06/2007
-------------------------------------


Se liga! Os FÓSSEIS não são apenas ossos velhos!

Muita gente ouve falar sobre fósseis, registros fósseis, ossos de dinossauros com  milhares de anos que são encontrados intactos... Enfim, muito se fala sobre este assunto. Hoje, vou explicar resumidamente o que são os Fósseis. Aproveitem a informação!

Os Fósseis são restos ou vestígios preservados de animais, plantas ou outros seres vivos em rochas, sedimentos, gelo ou âmbar. Preservam-se como moldes do corpo ou partes deste, rastros e pegadas. A totalidade dos fósseis e sua colocação nas camadas sedimentares é conhecido como registro fóssil. A palavra "fóssil" deriva do termo latino "fossilis" que significa "ser desenterrado". A fossilização é rara porque a matéria orgânica dos seres vivos tende a ser rapidamente decomposta. Logo, para que um organismo seja fossilizado, os restos devem ser rapidamente cobertos por sedimentos. Para que um fóssil se forme é importante, o tipo de esqueleto que o ser vivo apresentava. No caso dos  animais, aqueles que apresentavam corpo mole e foram cobertos por sedimentos muito antigos raramente serão encontrados seus  registros fósseis.

Há mais de 200 anos atrás, quando os pesquisadores iniciaram mais seriamente a exploração da origem das espécies que vivem atualmente, muitos registros fósseis de animais e vegetais foram descobertos. Esses registros proporcionam informações sobre a evolução das espécies, conhecimento dos seres que habitaram o nosso planeta e até mesmo como eles desapareceram. Um dos melhores registros fósseis do cambriano (550 milhões de anos atrás, quando houve um espantoso surgimento de novas espécies de animais e plantas) foi encontrado no xisto de Burgess da Columbia Britânica, com uma preservação impressionante 120 espécies fósseis de moluscos, cnidários, insetos e outros.

Existem diferentes  tipos de fossilização: [1]  Permeabilização: Acontece quando o organismo é coberto rapidamente por sedimento após a morte ou após o processo inicial de deterioração. [2] Molde fóssil: Formado por fluidos infiltrados que dissolvem um organismo, criando um buraco na rocha com a forma do organismo. [3] Fósseis em resina: Animais menores, quando presos em resina ou âmbar, secretados por certas árvores, ficam praticamente intactos por milhares de anos. [4] Fóssil vivo: É um termo utilizado para espécies vivas que lembram uma espécie já fossilizada, como se o fóssil tivesse "voltado à vida".

[1] Fóssil permeabilizado de provavelmente um quelônio (tartaruga). [2] fóssil de um inseto em resina e [3] o peixe Celacanto, um fóssil vivo!

Pessoal, eu coloquei um link para contato direto comigo. Caso queiram entrar em contato sugerir matérias, ou fazer perguntas, além de utilizar os comentários, podem também enviar um recadinho que será remetido para o meu e-mail e só eu vou ler! Aproveito para agradecer as visitas, comentários e e-mails que tenho recebido. OBRIGADA!

** O BioBlog neste último mês recebeu muitas visitas e agora está ficando internacional: Outros países têm prestigiado este trabalho e eu só posso agradecer e ficar muito feliz, sempre! **


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h50
[ ] [ envie esta mensagem ]





24/06/2007
-------------------------------------


GIGANTE VERDE: A maior árvore do mundo!

A natureza todo dia nos mostra o quanto é poderosa e suprema. Hoje vou falar sobre o gigante verde: A maior árvore do planeta. Você tem idéia de essa informação é interessante?

A maior árvore do planeta é uma sequóia, trata-se de uma conífera nativa da América do Norte, especialmente no lado oeste dos Estados Unidos. Esta árvore pertence a um gênero da família Cupressaceae. Contendo apenas uma única espécie viva, a Sequoia sempervirens. Sem dúvida, o grande destaque para esta espécie se deve ao seu porte. Uma sequóia pode viver por milênios, e ao final deste tempo ultrapassar os 100 metros de altura, e algumas dezenas de circunferência em seu tronco. O interessante é que nos Estados Unidos algumas pessoas utilizam seus troncos de cor avermelhada, enormemente robustos para escavar túneis para a passagem de carros em suas bases.

Pois é, mas a nossa sequóia gigante que é considerada a maior árvore do mundo, tem idade estimada entre 2.300 e 2.700 anos (uau!). Ela recebeu o nome de "General Shermam" pelo naturalista James Wolverton em 1879, homenageando um importante líder americano da Guerra Civil. A árvore está localizada na Floresta Gigante do Parque Nacional das Sequóias, na Califórnia, nos EUA.

Este "gigante verde" possui nada mais nada menos que 83,8 metros de altura, o tronco tem uma circunferência de 31,1 metros, a altura onde surge o primeiro galho da base é de quase 40 metros, não é nada pequena não é mesmo?

Em janeiro de 2006, o maior galho da "Shermam" quebrou. Ninguém estava presente no momento do incidente, mas acreditem! O galho tinha um diâmetro de 2 metros e um tamanho de 30 metros de cumprimento, maior que a maioria das árvores que vivem no parque. Diversos estudos foram realizados e foi descartada qualquer anormalidade com a saúde do “gigante verde”, acredita-se que pode ter sido um mecanismo de defesa natural contra as condições adversas. A perda do galho também não afetou o tamanho da árvore, não lhe tirando a honra de maior arvore do planeta, pois nesta nomeação, não foram considerados seus galhos!

"General Shermam": A maior árvore do planeta. Não dava pra mostrar ela inteira, tive que partir a árvore em duas partes! hehehe


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 08h14
[ ] [ envie esta mensagem ]





22/06/2007
-------------------------------------


COBRA DE DUAS CABEÇAS: Elas existem!

Quando eu falei aqui que as cobras de duas cabeças não existiam, acho que me precipitei! Recebi um e-mail essa semana de um leitor do BioBlog me informando um assunto, que embora eu já soubesse não me lembrava da informação na ocasião em que falei dos anfisbenideos em publicações anteriores! Como é bom ter gente sempre ligada no que acontece de novo neste mundo, não é? E saber que algumas dessas pessoas são leitoras do BioBlog me deixam ainda mais feliz!

 

Pois bem, já foram registradas algumas anomalias em que cobras nascem mesmo com duas cabeças. Trata-se de casos parecidos com aqueles de irmãos siameses, em que a união é causada por uma má-formação congênita. No caso dos humanos, depois da fecundação, na fase da divisão do óvulo, o embrião não se separa completamente para gerar duas pessoas distintas, como normalmente ocorre na gravidez de gêmeos. São casos raros e podem acontecer com os animais.

 

Encontrei pelo menos três casos registrados de cobras que nasceram com esta anomalia e são histórias impressionantes no qual a sobrevivência dos animais se deu devido ao fato de que as duas bocas eram ligadas ao mesmo estômago.

 

1- Em 2002 um agricultor de Alicante, na Espanha, se deparou com uma cobra com duas cabeças da espécie Elaphe scalaris com apenas 25 cm. Por sorte, apesar do susto, esta cobra não era venenosa e foi levada para o Laboratório de Zoologia da Universidade de Valência para ser estudada.
2-  Também em 2002 foi encontrada uma cobra da espécie Macroprotodon Cucullatus com duas cabeças em um hotel, localizado na ilha mediterrânea de Palma de Mallorca, na Espanha. Essa espécie de cobra alcança no máximo 60 a 70 cm de comprimento e sua mordida não é letal para seres humanos.
Mas você se arriscaria a segurá-la na palma da mão?
3- A mais famosa cobra de duas cabeças do mundo se chama "We" (Nós, em inglês), que além de ter essa anomalia ainda é albina. "We" ficou famosa porque vive exposta no Aquário Mundial de St. Louis, Missouri, e agora mede cerca de 1,2 metros de comprimento e segundo os especialistas ainda pode viver mais 10 ou 15 anos. Atualmente, o aquário colocou  a pobre "We" em leilão por um lance inicial de US$ 150 mil em um site especializado (afff!!).

 

É isso aí, existem cobras de duas cabeças SIM (com anomalia congênita, claro!) e ainda existem outros casos como estes registrados em Honduras, nos Estados Unidos, no Sri Lanka e na Argentina!!

 

Elaphe scalaris, Macroprotodon Cucullatus e a albina famosa "We".  Lindas e estranhas!

 

*** ATENÇÃO! *** Abaixo eu mostro um vídeo onde a "We" está comendo um ratinho. Peço àqueles que ficaram chocados com o vídeo do Louva-Deus comendo o grilo, que NÃO vejam esse vídeo, o que para alguns pode ser "nojento" ou dar muita pena, nós biólogos chamamos de cadeia alimentar!

 


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h51
[ ] [ envie esta mensagem ]





20/06/2007
-------------------------------------


PAPAGAIO não fala!

Quem aqui nunca brincou com um papagaio? Quem não conhece um exemplar bem "tagarela", não sabe o que está perdendo! É uma ave maravilhosa em todos os aspectos, pois as penas apresentam colorações impressionantes, o bico é forte, o olhar bastante expressivo e o mais interessante são os sons que ele emite. Mas que história é essa de que papagaio não fala, se eu mesma já ouvi vários falando?

Realmente o papagaio é um bicho incrível, mas ao contrário do que muita gente pensa, ele não pode falar não! Na verdade ele só imita as palavras que você disser o que não deixa de ser incrível, né? Essas aves não podem dizer o que estão pensando (como nós); elas simplesmente repetem palavras e até frases inteiras depois de algum tempo de treino, tanto que muitas vezes você diz alguma coisa tipo: "Cadê meu louro?" e ele responde totalmente sem noção: “Tem que fazer teste de DNA”. A capacidade de imitar a voz humana está relacionada à seringe, que é o órgão responsável pela vocalização das aves e nos papagaios elas são bem elaboradas. O ar passa por lá e faz com que essa estrutura vibre, produzindo a voz rouca do papagaio, isso não é interessante?

Essa ave interessante é classificada como um psitacídeo, assim como as araras e maritacas. "E o que é isso?" Psitacídeo são aves que possuem a parte de cima do bico meio curvadinha e têm quatro dedos livres: dois para frente e dois para trás (repare como eles se agarram em um pequeno pedaço de pau). Ainda não se sabe de onde vem o gosto do papagaio pela imitação. O curioso é que, em seu habitat natural, ele não tenta reproduzir os sons dos outros animais.

Os papagaios geralmente são canhotos. São animais muito inteligentes e necessitam de atenção diária. Por isso, muita atenção quem possuir esse bichinho em cativeiro, pois ele pode alcançar um nível de estresse muito elevado e alterar o comportamento. Este estresse é causado por ansiedade, medo, tédio, frustração sexual por não se reproduzir, solidão, falta de atenção do dono, poucas horas de sono e outras experiências negativas que levem a ave a se automutilar extraindo  suas próprias penas. E as penas são imprescindíveis à saúde, pois são proteção contra o frio, umidade, vento e outras variações climáticas. Uma forma de evitar este problema é oferecendo  objetos de distração e dar muito amor e carinho para o seu bichinho.

Lembre-se que os papagaios na natureza passam grande parte do dia procurando alimento, voando longas distâncias, alimentando-se na copas das aves e interagindo umas com as outras. Em cativeiro esta possibilidade de interagir com o meio ambiente e com membros do bando não existe, tornando a vida do animal um permanente tédio.

 

O nome do papagaio com fama de falante é Amazona aestiva, e ele gosta de viver em lugares quentes!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 07h08
[ ] [ envie esta mensagem ]





18/06/2007
-------------------------------------


Por que a barriga ronca quando estamos com fome?

Mal chegou a hora do almoço e parece que temos um monstro horrível na barriga, pois ela ronca que dá para ouvir de longe...E o cheirinho de comida ou a visão de um salgado na vitrine da lanchonete, só aumentam as reclamações do estômago. Mas porque a barriga faz barulho qdo estaos com fome?

Tudo começa com a visão e o olfato (isso mesmo!). Diante do cheiro de comida nosso cérebro é avisado através do sistema nervoso, que "vem comida por aí!". E então nossos órgãos começam, a ser preparados para receber os alimentos: (1) a boca enche de água (saliva) para lubrificar os alimentos triturados pelos dentes e poderem ser engolidos mais facilmente; (2) o estômago produz ácidos e também enzimas (suco gástrico) para realizar a digestão; (3) o estômago e o intestino delgado começam a realizar um movimento que chamamos de peristáltico, que irá conduzir a comida rumo ao intestino grosso.

Mas e o barulho? Pois é, quando o estômago e o intestino começam o peristaltismo, ao se moverem, eles "sacodem" gases e líquidos contidos em seu interior fazendo aquele barulho de monstro: O RONCO DA BARRIGA.

Mas atenção aos "chicleteiros": O chiclete funciona como um "alarme falso" para o organismo, pois possui um cheirinho agradável e gostinho doce. Ao sentirmos o cheiro e o gosto doce, todo nosso sistema digestivo começa a se preparar para a chegada de alimento (imaginando ser um pedação de bolo, por exemplo), secretando ácidos e enzimas para "digerir" o alimento que vem vindo. O problema é que quando mastigamos o chiclete não enviamos alimento para o estômago e então as substâncias produzidas (a longo prazo) podem causar sérias lesões no organismo, como gastrites e úlceras.

Fiquem de olho nisso, e não fujam das refeições na hora certa. BOM APETITE!

Ai que fome! Quando a barriga está roncando é sinal de que algum alimento precisa ser ingerido!


O post de hoje foi uma resposta a uma pergunta da minha filha. rsss...
NOVIDADES NO BIOBLOG:
1- AGORA TEMOS UMA ENQUETE! Votem, cada enquete ficará no ar por 10 dias!
2- Iupiiii!! O teclado e o mouse foram liberados e agora vocês podem copiar os posts.
3- Meu status no MSN está sendo mostrado aí do lado, caso queiram falar comigo.
Continuem visitando e participando do BioBlog. Beijos a todos!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 07h28
[ ] [ envie esta mensagem ]





16/06/2007
-------------------------------------


CACTOS: Incríveis adaptações para economizar água!

Vocês sabiam que  diversos animais e plantas são adaptados aos locais onde vivem e que se fosse de outra maneira, não resistiriam e morreriam?  Nós biólogos acreditamos que essas adaptações são resultados da evolução de cada grupo de espécies.Os CACTOS são plantas que se tornaram especialistas em viver nas regiões secas. E a aulinha do BioBlog de hoje é sobre as adaptações curiosas dessa intrigante plantinha. DIVIRTAM-SE!

Os cactos são vegetais da Família das Cactáceas. Mesmo atravessando longos períodos sem chuvas, eles conseguem permanecer verdes e vigorosos, pois são incrivelmente adaptados a ambientes muito secos e preferem solos  onde a água escoa rapidamente. Além disso, gostam de ambientes abertos e com muito sol, em regiões também de clima seco. Mas como toda regra tem excessão, algumas espécies de cactos podem viver "felizes e sorridentes" em áreas de florestas, vai entender, né?

Mas como essa planta pode resistir a longos períodos de seca? Na realidade ela faz uma reserva de água e para isso tem as interessantes adaptações nas raizes, na cutícula (a "pele" da planta) e nas folhas (mas que folhas? Cactos não têm folhas!!!).

1- Os cactos apresentam raízes longas e ramificadas superficiais, que ajudam no aproveitamento de uma grande área de solo que permanece úmida por pouco tempo quando chove.
2- A cutícula é espessa e possui uma espécie de "cera" que ajuda a evitar a perda de água por transpiração. Além disso eles têm os estômatos (estruturas semelhantes aos nossos poros), que durante o dia, sob sol forte, permanecem fechados para evitar a perda da água na forma de vapor.
3- Nos cactos as folhas se reduziram no processo de evolução dessas plantas e na verdade se tornaram os espinhos que são uma característica marcante dos cactos. Essa é uma outra maneira inteligente de reduzir a perda de água, porque sem as folhas eles evitam ainda mais a perda de água.

É isso aí, da próxima vez que você encontrar uma cactácea no seu caminho observe atentamente as adaptações deste vegetal, que encontrou a perfeição no seu processo de evolução!


Os cactos exibem flores tão lindas, que muitas vezes parecem ter vindo de outra planta, não é?

Beleza rústica e ao mesmo tempo delicada!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h09
[ ] [ envie esta mensagem ]






© 2007 - BioBlog - Todos os direitos reservados


-------------------------------------

ACHE VOCÊ NO PLANETA!


Online

-------------------------------------

SE VOCÊ CURTE O BIOBLOG,
CLIQUE AQUI E VOTE!


Faz 1 ano que estamos entre os melhores blogs do concurso e você pode votar todos os dias!


-------------------------------------

Mural de recados do BioBlog!



-------------------------------------

Seja Parceiro do BioBlog

Banner padrão 120X60

Se interessa em tornar-se nosso parceiro?
Copie o código do nosso banner acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco e a parceria será feita!
ATENÇÃO: O BioBlog não faz parceria com sites e blogs de conteúdo erótico.

-------------------------------------

Parceiros do BioBlog




www.centralblogs.com.br







-------------------------------------

Números de Visitas:



russian brides contadores para web Animales sites