-------------------------------------
Gostaria de exibir o BioSelo
"BLOG NOTA 10 no seu Blog" ?





Copie o código do nosso selo de aprovação acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco
caso tenha problemas.

-------------------------------------

Fale com o BioBlog

-------------------------------------

Meu Perfil

-------------------------------------

DEIXE SUA FOTO NO
ÁLBUM DO BIOBLOG

-------------------------------------

Veja outras curiosidades AQUI:

- 01/11/2008 a 15/11/2008
- 16/10/2008 a 31/10/2008
- 01/10/2008 a 15/10/2008
- 16/09/2008 a 30/09/2008
- 01/09/2008 a 15/09/2008
- 16/08/2008 a 31/08/2008
- 01/08/2008 a 15/08/2008
- 16/07/2008 a 31/07/2008
- 01/07/2008 a 15/07/2008
- 16/06/2008 a 30/06/2008
- 01/06/2008 a 15/06/2008
- 16/05/2008 a 31/05/2008
- 01/05/2008 a 15/05/2008
- 16/04/2008 a 30/04/2008
- 01/04/2008 a 15/04/2008
- 16/03/2008 a 31/03/2008
- 01/03/2008 a 15/03/2008
- 16/02/2008 a 29/02/2008
- 01/02/2008 a 15/02/2008
- 16/01/2008 a 31/01/2008
- 01/01/2008 a 15/01/2008
- 16/12/2007 a 31/12/2007
- 01/12/2007 a 15/12/2007
- 16/11/2007 a 30/11/2007
- 01/11/2007 a 15/11/2007
- 16/10/2007 a 31/10/2007
- 01/10/2007 a 15/10/2007
- 16/09/2007 a 30/09/2007
- 01/09/2007 a 15/09/2007
- 16/08/2007 a 31/08/2007
- 01/08/2007 a 15/08/2007
- 16/07/2007 a 31/07/2007
- 01/07/2007 a 15/07/2007
- 16/06/2007 a 30/06/2007
- 01/06/2007 a 15/06/2007
- 16/05/2007 a 31/05/2007
- 01/05/2007 a 15/05/2007
- 16/04/2007 a 30/04/2007

-------------------------------------


Mantenha-se Atualizado
  O que é isto?

-------------------------------------

Eu Recomendo:

- BIOLOGIA- Prof Ana Luisa M. Vilela
- Anatomia e Fisiologia Humana
- Entomofauna do Chile - Hugo Benitez
- Dicas de Ciências - Profª Andréa Barreto
- Aprendendo Ciências Online
- PC e a Criança - Prof. Jenny
- Prazer de Ensinar (Luzimara)
- Treco Digital
- MARYANA'S BLOG (Ótimo, vale a pena!)
- Macaco Primata
- MHP Bio (Sensacional blog de Biologia)
- Portal BioInfo - Notícias de Bioinformática
- AQUELA DO CARA DA LOJA DE QUADRINHOS - Um dos melhores blogueiros que eu conheço!

-------------------------------------

Quem anda passando por aqui?


31/05/2007
-------------------------------------


BICHO-PAU: Galho de árvore com perninhas?

É preciso ser muito observador para identificá-lo no meio dos galhos secos, ele passa horas a fio completamente paralisado. Eu sou fã de carteirinha desse bichinho: O BICHO-PAU! Ele é um inseto inofensivo e de movimentos lentos, vale-se desta curiosa estratégia para se defender dos predadores, pássaros principalmente.

O Bicho-pau pertence à classe Insecta e faz parte da ordem Phasmida (chamamos de fasmatodeos). Estão entre os mais estranhos de todos os insetos. Possui uma fabulosa habilidade de imitar (mimetizar) galhos, folhas e ramos quebrados, para isso eles mantém suas pernas da frente esticadas encobrindo a cabeça e as antenas (que legal, né?).Algumas espécies podem até mesmo de regenerar membros perdidos.

Curiosamente até mesmo os ovos podem mimetizar as sementes das plantas onde ele vive, as fêmeas lançam os ovos sem nenhuma proteção especial, eles podem ficar mais de um ano inativos, antes de eclodir. O interessante é que, pouco depois do nascimento, fica bem maior do que o ovo que o abrigava (humm, como assim??). Isso ocorre porque o corpo do inseto aumenta o seu tamanho assim que ele sai do ovo.

O grupo de insetos do qual faz parte o Bicho-pau - os fasmatódeos - é tão fascinante que, em diversos países,muita gente cria esses animais. Há bichos-pau com formas bastante curiosas. Na Ásia e África, ocorrem espécies surpreendentemente parecidos com folhas. Outras formas, encontradas no Brasil, se confundem com líquens dos troncos das árvores. Os maiores fasmatódeos já encontrados atingiam cerca de 33 centímetros de comprimento, sem contar o tamanho das pernas e antenas em contrapartida, há bichos-pau pequenos, que mal passam de 1 centímetro.

 

VAMOS FAZER UMA BRINCADEIRA? Onde está o Bicho-pau nas figuras??

 Pessoal, tenho uma notícia muito LEGAL: Através do BioBlog fui convidada para ministrar um cursinho só sobre curiosidades de biologia, que acontecerá em Setembro. Estou muito feliz em saber que o meu trabalho está dando frutos verdadeiros (não pseudofrutos, hehehe), depois dou mais detalhes sobre esse assunto. Outra coisa: Eventualmente, posso demorar um pouco para responder os comentários, é porque estou desenvolvendo o projeto para o mestrado e isto está me tomando muito tempo, ok? Mas SEMPRE responderei!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 07h59
[ ] [ envie esta mensagem ]





29/05/2007
-------------------------------------


FOBIA: Quando o medo vira doença!

Medo é um sentimento universal e muito antigo. Mas quando esse medo é exagerado e desproporcional à ameaça, com ações irracionais e evitação das situações causadoras de medo, é chamado de FOBIA, que nada mais é que uma crise de pânico desencadeada em situações específicas.

Mas por qual motivo uma pessoa desenvolve uma fobia? Alguns neurocientistas acreditam que o desenvolvimento deste medo exagerado e muitas vezes sem fundamento estejam ligados a fatores biológicos. Pois, já foi provado cientificamente que ocorre um aumento do fluxo sangüíneo e maior metabolismo no lado direito do cérebro em pacientes fóbicos. E já foi constatado casos de gêmeos idênticos educados separadamente que desenvolveram um mesmo tipo de fobia, apesar de viverem e serem educados em locais diferentes. 

Resumidamente, as reações biológicas que ocorrem quando estamos diante do medo são: (1) Ao ver ou chegar perto da causa da fobia , a pessoa doente envia um estímulo para o cérebro; (2) Em seguida, o hipotálamo é acionado e libera adrenalina e noradrenalina, substâncias que fazem a comunicação entre as células nervosas. A partir daí uma cascata de efeitos psicológicos, como susto e aflição, é desencadeada; (3) Em frações de segundos, o estímulo nervoso parte do hipotálamo para as glândulas hipófise (cerebral) e supra-renais (logo acima dos rins); (4) As supra-renais liberam o hormônio cortisol, desencadeando as manifestações físicas de um ataque de fobia, na qual o fóbico sente desde calafrios e nauseas até falta de ar e sensação de morte.

Basicamente, as fobias se dividem em três categorias:
* Agorofobia:
Medo de estar em lugares públicos concorridos, onde o indivíduo não possa retirar-se de uma forma fácil ou despercebida.
* Fobia Social: Medo perante situações em que a pessoa possa estar exposta a observação dos outros, ser vítima de comentários ou passar perante uma situação de humilhação em público.
* Fobia Simples:
Medo diante objetos ou situações concretas. Relacionam-se ao medo de animais, de alturas, de voar, de ver sangue ou receber uma injeção.

Só pra questão de curiosidade, vou nomear algumas fobias estranhas: Anuptafobia (medo de ficar solteiro), Angrofobia (medo de ficar zangado), Octofobia (medo do número 8), Ablutofobia (medo de tomar banho), Clinofobia (medo das camas), Crematofobia (medo do dinheiro), Caliginefobia (medo das mulheres bonitas), Filofobia (medo de se apaixonar), Hedonofobia (medo de sentir prazer), Socerafobia (medo dos sogros), etc... Se vc tem algum medo e tem curiosidade de saber o nome, deixe um comentário!

 

Ai que medo!

Impressionante! Vendo a lista de fobias descobri tenho pelo menos umas 20 delas (affff!!!): Atelofobia, Alectorofobia, Catagelofobia, Equinofobia, Homilofobia e muitas outras... Enfim... sou uma medrosa! Mostre que vc não é um BLOGFÓBICOS e esteja sempre por aqui participando!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h41
[ ] [ envie esta mensagem ]





27/05/2007
-------------------------------------


VICTORIA: Vive na água mas não gosta dela!

A Victoria amazonica causa espanto pelo tamanho. Algumas podem ter mais de dois metros de diâmetro (uau!!!). Talvez por isso, muitas pessoas dizem que a Victoria suporta o peso de pessoas (eu mesma se pudesse tirava uma foto dentro de uma!). Mas, não se iluda, pois as folhas desta planta não suportam mais que  2 kg, e são extremamente sensíveis. E ela se esforça durante toda sua existência para driblar a água: o problema é que sua vida é boiar. Mas como assim, ela não é uma planta aquática? Mas  você vai descobrir porquê!

A planta que tem truques para se esquivar da água é nativa da Amazônia, ela parece uma bandeja redonda, possui nervuras em sua parte inferior que a ajudam a flutuar sobre os lagos onde vive. Apenas o pecíolo flexível que se prende no fundo do lago, a mantém em seu lugar. Por flutuar e ter uma borda que pode chegar a 12 centímetros é difícil ocorrer o contato direto das águas do lago com as folhas da Victoria amazonica, o que causaria o apodrecimento delas.

Mas... E a água da chuva? Com as bordas, ela não deveria se acumular e formar uma piscina na folha? Deveria, mas a planta tem seus truques.  Para escoar a água da chuva, ela possui uma estrutura parecida com um canaleta bem no meio de sua folha, de onde o líquido escorre até duas fendas na borda. Mas e o restante da água que não escoa? ahhh! Esta atravessa pequenos canais e, com a ajuda de pêlos impermeáveis, é despejada no lago, o que evita que a folha apodreça. Mas esta planta elegante ainda tem que driblar peixes e jacarés que podem se tornar seus predadores. Para defesa, a Victoria possui espinhos na borda e na parte inferior da folha que podem causar um grande estrago na boca de quem tente uma mordida, não é nada inocente, hein?

Infelizmente em todo lugar sempre tem alguém para destruir a natureza, não é? Na Amazônia não é diferente: Existe uma ameaça para qual essa planta não tem defesa: Pessoas interessadas em ganhar dinheiro com o turismo. Muitos moradores da região amazônica aplicam veneno nas plantas (affff!!!!). Eles fazem isso para afastar besouros que comem as folhas dela. Esses insetos deixam a planta mais feia e menos interessantes para os turistas. Mas não pense que isso é positivo: em vez de atacar a folha, os besouros passam a mirar a flor da Victoria amazonica. E a flor é o órgão reprodutor da planta. Sem ela, como a espécie pode se perpetuar?

Foi nomeada Victoria regia, em homenagem à rainha Vitória, mas um pesquisador decidiu renomeá-la para: Victoria amazonica, relacionando ao seu habitat natural.

Oi pessoal... Estava lendo uma matéria sobre: "Porque as pessoas não comentam no seu blog" (isso me tocou muito, pois já tenho quase 1000 visitas e  20% de comentários). Uma das razões que li foi: visitantes ressentidos, ou seja aquele que já comentou aqui, mas eu nunca comentei no blog dele... Por isso, se vc tem um blog, ou precisa falar comigo, deixe seu endereço ou email que certamente estarei visitando e comentando, certo? No próximo post eu coloco mais uma razão para as pessoas visitarem o blog e NUNCA comentarem! heheheh....


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 10h06
[ ] [ envie esta mensagem ]





25/05/2007
-------------------------------------


EQUIDNA: Mamífero que bota ovos??

Hoje você vai tentar entender que nem tudo que aprendemos sobre as classes de animais pode ser seguidos ao pé da letra, por exemplo: O que é um mamífero para você? Qual a principal característica de uma ave?Como nascem os filhotes dos répteis? Ainda bem que existe o BioBlog para que você conheça os EQUIDNAS que são animais muito estranhos, apresentando uma mistura confusa de características de mamífero, ave e réptil. APROVEITE!

O equidna pertence a um grupo de animais conhecidos como Monotremados (só possuem um única abertura para todas as excreções)  vive nas regiões da Nova Guiné e Austrália. O mais interessante nesse simpático bichinho é que vinte dias após a fecundação, os filhotes nascem de ovos depositados na bolsa formada por uma "prega" de pele no abdomen. Após cerca de 10 dias, os ovos chocam e os "bebês equidna" alimentam-se de leite materno, que sugam através dos poros da mamãe. Ao contrário dos outros mamíferos, as fêmeas do equidna não têm mamilos definidos. Eles ainda permacem na bolsa durante mais 2 meses até que nasçam os espinhos. 

Ele é todo charmoso e tem muita personalidade, assemelha-se exteriormente a um ouriço, com o corpo coberto de espinhos e pelagem crespa que servem como proteção. Os adultos têm um focinho alongado característico, do qual ele puxa as suas presas, e uma boca  pequena sem dentes; em compensação, esses bichinhos espinhosos têm uma língua comprida e pegajosa, com a qual apanham as formigas e minhocas que são a sua principal fonte de alimento.

O equidna é um animal solitário e de hábitos noturnos. E eles não são nem um pouquinho bobos, pois quando se sentem em perigo, enrolam-se sobre si próprios para proteger a barriga com a parte espinhosa e podem também escavar um buraco com rapidez, conseguindo enterrar-se totalmente em pouco tempo. E vou te contar uma coisa: É difícil pegar esse bichinho quando ele tá assustado!

MAIS CURIOSIDADES SOBRE EQUIDNAS:
* O equidna está no verso da moeda de 5 cents da Austrália.
* Há um equidna na série de jogos Sonic the Hedgehog, chamado Knuckles, com pele vermelha, espinhos nas mãos.
* Por viver na Austrália, o equidna foi um dos mascotes da Olimpíada de Sidney 2000. O nome do mascote é Millie
.

 

Olha só que animalzinho simpático, curioso e cheio de estilo: EQUIDNA!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h40
[ ] [ envie esta mensagem ]





23/05/2007
-------------------------------------


Lave o ROTAVÍRUS das suas mãos!

Agora sim, você está com dores no corpo, febre, diarréia, vômito e vai ao médico. O que ele diz? “É uma virose!" Sim, ele está certíssimo. Você pode estar com uma infecção causada por rotavírus. Ótima informação no "post" de hoje sobre essa virose!

Rotavírus é um tipo de vírus da família Reoviridae, do gênero Rotavírus. A infecção pelo rotavírus varia de um quadro leve, com diarréia aquosa e duração limitada à quadros graves com desidratação, febre e vômitos, podendo evoluir a óbito (isso mesmo!). É transmitido por via fecal-oral, ou seja, pelas fezes da pessoa infectada. Acontece que ele pode permanecer nas superfícies contaminadas (vaso sanitário, cesto de lixo) e passar para outras pessoas. Por exemplo, quem está cuidando da criança doente fica com as mãos contaminadas e infecta outra criança ou um adulto no contato pessoa a pessoa. Em uma superfície contaminada por este vírus a sobrevida dele não é longa. Apesar disso, não se descarta a possibilidade de ser transmitido por fômites (objetos comuns capazes de reter e transmitir o vírus).
É normal que as infecções ocorram entre o outono e a primavera,  nos países de clima temperado. Nas regiões tropicais, como no Brasil, as infecções ocorrem o ano todo (tinha que ser né?).

Uma vez infectado no controle da doença além de procurar por orientação médica é recomendado ingerir bastante líquido, são medidas simples de combate à desidratação, como o uso de soro caseiro, que reduz drasticamente o número complicações seguidas de morte.

A desidratação é o sintoma mais grave das infecções intestinais provocadas pelo rotavírus. Além de reduzir as reservas de água do corpo, ela reduz os níveis de minerais importantes, como sódio e potássio causando um desequilíbrio no organismo com sérias conseqüências. Prevenir a rotavirose entre crianças é difícil, principalmente os bebês que levam tudo na boca, mas é muito importante que os pais mantenham condições adequadas de higiene e, desde cedo, ensinem seus filhos a importância de lavar as mãos, principalmente, depois de ir ao banheiro e antes das refeições. Isso vale também para os adultos, claro!

 

ATENÇÃO: Antes das refeições e após usar o banheiro faça sempre a higiene das suas mãos com bastante água e sabão!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 05h38
[ ] [ envie esta mensagem ]





21/05/2007
-------------------------------------


Um ASTERÓIDE no fundo do mar.

Como muitos já sabem, eu sou mineira, mas moro no Rio de Janeiro há algum tempo e para mim é indiscutível o prazer de ter a oportunidade de conhecer de perto a fauna marinha. Hoje vou falar dos “astros marinhos”, as belíssimas ESTRELAS-DO-MAR, um animal cheio de estilo.

As estrelas-do-mar são animais que pertencem ao filo Echinodermata e à classe Asteroidea (por isso são chamadas de astros do mar!), seu corpo pode ser liso, granuloso ou com espinhos, apresentando cinco pontas ocas, chamadas braços. O corpo é duro e rígido , mas apesar disso, consegue dobrar-se e girar os braços quando passeia ou quando seu corpo se encontra em espaços irregulares entre rochas ou outros abrigos. São seres bentônicos (vivem no substrato dos oceanos) e portanto, você não verá uma estrelinha-do-mar batendo seus cinco bracinhos nadando pela superficie, claro!

Elas podem ter entre alguns centímetros e um metro de diâmetro, movem-se usando seus pés, que tem um nome estranho (pés ambulacrários). A reprodução pode ser através da regeneração, ou seja, se um dos braços desse animal for cortado pode desenvolver um novo indivíduo (isso não é espetacular?). Se a reprodução for sexuada, elas têm uma fase larvar.

UMA CURIOSA INFORMAÇÃO: Esses animais podem realizar digestão extracorpórea, isso mesmo: eles evertem seu estômago para fora do corpo cobrindo sua presa sedentária  e então começam a secretar uma enzima digestiva, liquefazendo os tecidos da pobre presa e sugando os nutrientes  quando retrai o estômago de volta para dentro do corpo. Fantástico, não? Usando este processo, as estrelas-do-mar atacam ostras e são uma grande dor de cabeça para os criadores que costumam pega-las, parti-las o meio  (na esperança de estarem destruindo) e atirá-las de novo à água, só que como elas tem capacidade de regeneração, o resultado disso não é a eliminação das estrelas-do-mar, mas um aumento do seu número... Estrela-do-mar UM PONTO. Criadores de ostras ZERO!

Eu e a estrelinha... Deus nos dá grandes oportunidades!

Hoje o BioBlog está fazendo um mês no ar. Gostaria de agradecer  pelas quase 800 visitas que recebi, com média de 34 visitas diárias(abaixo mostro um mapa apresentando as localidades das pessoas que visitaram o BioBLog durante este tempo), 98 comentários sobre os assuntos que "postei", 61 pessoas votaram fazendo uma nota média de 9,6, recebi mais que 10 pedidos de assuntos para serem abordados (estou atendendo devagar, calma!). Aguardem as novidades e mudanças que serão feitas em breve!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h54
[ ] [ envie esta mensagem ]





19/05/2007
-------------------------------------


Planta carnívora: UM VEGETAL ANIMAL!

Ahhh!! Sempre quis falar sobre este assunto aqui no BioBlog. Eu adorava assistir desenhos animados em que as plantas carnívoras engoliam gente viva, bichos, carros (afff! Quanta fome, né?), mas o mais divertido deste assunto não é só relembrar meu "desejo inocente" de ver uma planta carnívora engolindo meu irmão e sim depois de já adulta descobrir que elas realmente existem! Esses seres impressionantes foram carinhosamente apelidados de "vegetal-animal" e eu ADORO esta definição.

As plantas carnívoras são vegetais com a fantástica habilidade de capturar animais e, através de enzimas digestivas, são capazes extrair compostos nitrogenados das suas "presas" para seu próprio aproveitamento. São normalmente habitantes de solos pobres e encharcados, com pouca disponibilidade de nitratos (essenciais para a síntese da molécula de clorofila), dependendendo assim do nitrogênio contido nas proteínas dos animais. Mas não se preocupem, esses vegetais, possuem mecanismos de auto alimentação, através da fotossíntese (como todos os outros). Não necessitam de proteína animal, diariamente, para sobreviver. As proteínas animais funcionam como suplemento alimentar, deixando-as mais resistentes e bonitas. Se a planta tiver luz e água, não sairá do solo a caça de um animalzinho indefeso e tão pouco morrerá de fome.

Elas apresentam diversas adaptações para capturarem os animais com que complementam a sua alimentação. Um exemplo de estratégias que algumas dessas plantas têm é  possuir folhas transformadas em jarros, muito coloridos, que funcionam como armadilhas (não é nem um pouquinho boba, não é?).  Quando um inseto pousa, ele escorrega para o interior da armadilha, pois esta encontra-se umedecida por uma substância viscosa. Já dentro do jarro, os tecidos do pobre inseto são digeridos por substâncias químicas que permitem que ele seja absorvido pelo vegetal, afim de suprir as necessidades de nutrientes. O inseto é impedido de subir as paredes internas do jarro, pois estas encontram-se cobertas por pêlos viscosos, que garantem o insucesso da fuga.

Antes que me perguntem: Plantas Carnívoras podem "comer" carne humana como nos desenhos animados?
O que vocês acham? A resposta é SIM, ela "come". Como qualquer proteína animal, a carne humana pode ser digerida pelas enzimas que as plantas produzem, desde que estejam nas devidas proporções, é claro!

Nepenthes sp. e Dionaea sp. lindas e traiçoeiras! Reparem os pobres insetos capturados !


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 06h09
[ ] [ envie esta mensagem ]





17/05/2007
-------------------------------------


DIABETES: Você conhece mesmo essa doença?

 Hoje vou falar sobre um problema que todos já conhecem mas aposto que muita gente não sabe como ele acontece e nem porquê! A DIABETES. Pois é gente, a maior parte dos alimentos que comemos é transformada em glicose (açúcar) para que seja utilizada como energia por nosso organismo.

Os alimentos são digeridos no estômago e no intestino onde são absorvidos e levados ao fígado que transforma uma parte em glicose. A glicose vai para a corrente sangüínea e isto estimula o pâncreas a produzir insulina (um hormônio), a fim de que todo o organismo seja suprido pela glicose "quebrada". A ausência total ou parcial desse hormônio interfere não só na queima do açúcar como na sua transformação em outras substâncias (proteínas, músculos e gordura). A insulina ajuda a glicose a entrar nas células do corpo (você sabia disso?). Quando você tem diabetes, seu organismo, ou não consegue fazer insulina suficiente, ou não pode usar sua própria insulina muito bem.

Dessa forma a glicose passa a não ser recebida pelas células que ficam sem seu alimento e por conseqüência passam a enviar ao cérebro comandos de que é necessário suprir essa deficiência aparecendo assim um dos sintomas dessa doença: A fome excessiva.
Além disto, o organismo passa a utilizar as reservas de gorduras que temos em nosso corpo para suprir essa necessidade de alimento. Mais um sintoma se apresenta: Rápido emagrecimento.
Muita água é retirada dos tecidos fazendo com que o organismo fique desidratado. Outro sintoma passa a aparecer: A sede excessiva.

Na verdade, não se trata de uma doença única, mas de um conjunto de doenças com uma característica em comum: aumento da concentração de glicose no sangue provocado por diferentes situações:

·Diabetes tipo I – o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina. A instalação da doença ocorre mais na infância e adolescência e exige a aplicação de injeções diárias de insulina;
·Diabetes tipo II – as células são resistentes à ação da insulina. Pacientes podem não ser insulinodependente, em geral, acomete as pessoas depois dos 40 anos de idade;
·Diabetes gestacional – ocorre durante a gravidez e, na maior parte dos casos, é provocado pelo aumento excessivo de peso da mãe;
·Diabetes associados a outras patologias como as pancreatites alcoólicas, uso de certos medicamentos, etc.

ATENÇÃO: Diabetes não uma doença só de adulto, criança também pode desenvolver este problema e isso é muito mais comum do que se imagina, por isso, FIQUE DE OLHO NOS PIMPOLHOS!

* Este tópico foi sugerido por um leitor do BioBlog!


E aí? Gostou do BioBlog?
Então vote no link abaixo antes de sair!!

Você pode votar todos os dias!


- Postado por: °•.ÞåT®í¢¡å.•° às 07h07
[ ] [ envie esta mensagem ]






© 2007 - BioBlog - Todos os direitos reservados


-------------------------------------

ACHE VOCÊ NO PLANETA!


Online

-------------------------------------

SE VOCÊ CURTE O BIOBLOG,
CLIQUE AQUI E VOTE!


Faz 1 ano que estamos entre os melhores blogs do concurso e você pode votar todos os dias!


-------------------------------------

Mural de recados do BioBlog!



-------------------------------------

Seja Parceiro do BioBlog

Banner padrão 120X60

Se interessa em tornar-se nosso parceiro?
Copie o código do nosso banner acima e cole no seu blog ou site.
Entre em contato conosco e a parceria será feita!
ATENÇÃO: O BioBlog não faz parceria com sites e blogs de conteúdo erótico.

-------------------------------------

Parceiros do BioBlog




www.centralblogs.com.br







-------------------------------------

Números de Visitas:



russian brides contadores para web Animales sites